"Eu não sou uma sonhadora. Só devaneio para alcançar a realidade!" C.Lispector

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

hai de ti

A vida: um mar de angústias com raras ilhas de felicidades.
Nadamos incansavelmente contra as correntes de medos, fragilidades, tristezas e nos afogamos diariamente em nós mesmos.
Somos bravos! corajosos! e estupidamente inocentes. Tentamos tantas vezes colar o mundo com fitas adesivas já tão gastas, tentamos apagar as maldades com mentiras (empurrando-as para baixo dos nossos tapetes de hipocrisias).
E claro, estamos sempre certos. Nos enganamos tão facilmente engolindo essa certeza, mesmo que essa certeza nos leve para o fundo do poço... Dizemos que é uma provação divina, que Deus está testando nossa fé.
E Deus? Deus está ocupado com maiores planos. Temos essa mania ridícula e limitada de pensar que somos a criação mais importante e mais especial diante dessa força divina (e talvez sejamos!), mas isso não nos dá nenhum direito de querer mimo, de querer nos agarrar a desculpas para podermos destruir e triturar nossa vida (ou a dos outros). Que mania mais suja a de pensar que tudo gira ao redor do nosso umbigo.
Por favor, não espere nada em troca ao ajudar uma velhinha à atravessar a rua. "Faça o bem sem olhar à quem". Claro, claro... Puras indulgências disfarçadas de bondade. Deixemos esse pensamento hipócrita de conquistar o céu de lado e façamos o bem com realidade (sem olhar à quem, de verdade), pensando com o coração, e não com o conforto de uma próxima vida!

E que alguém nos olhe, nesse infortúnio mundo, desabando dia-a-dia sobre nossas cabeças, tão pensantes, tão dançantes, tão errantes..
Tão humana e ridiculamente limitada.

*P.S.: Título pensando nas brutalidades haitianas (e também brasileiras). Ai de ti, Haiti. (não que o texto tenha algo a ver... ou tenha.. whatever, surgiu a idéia de repente...rs. Surgiu depois do texto, talvez sem contexto.)

11 comentários:

  1. O pior de tudo é achar que essa bondade disfarçada nos levará aos céus..

    Adorei!

    ResponderExcluir
  2. Certamente, cada vez mais é isso que nso tornamos, uma sociedade ridiculamente limitada.

    ResponderExcluir
  3. Você tem toda a razão - eu acho!
    Buscamos só os nossos almejos, ou quando queremos os dos outros é com total interesse em algo maior - não falo de todos, mas de uma grande maioria...!
    Adorei sua forma de pensar!- bem direta! - Ah, uma ótima escritora também...
    Siga em frente...! O futuro nos espera!- ESPERO!

    Abraços,

    MAX = M.William

    http://hunterschat.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Às vezes é preciso abanar a árvore da existência para caírem as folhas velhas. Talvez seja por isso que eu não quero saber quem pintou o céu de azul, mas eu quero é o resto da tinta, porque nós podemos matar o tempo, mas é sempre ele que nos enterra.
    Gostei muito de vir aqui visitar o teu belo espaço. No carácter, na conduta, no estilo, em todas as coisas, a simplicidade é a suprema virtude. O destino une e separa pessoas. Mas nenhuma força é tão grande para fazer esquecer pessoas, que por algum motivo um dia nos fizeram feliz!
    Nunca desistas dos teus sonhos… e nunca os deixes para trás. Encontra-os, torna-os próprios e durante toda a tua vida tem muito carinho por eles e nunca os deixes partir. Necessitas de muita dedicação para realizares os teus sonhos, porque eles não se realizam por magia dado que a magia é pura ilusão – o alimento dos perdedores - que nunca te vai tirar do lugar onde te encontras.
    BOA SEMANA!

    ResponderExcluir
  5. Essa é a louca e dura essência humana, que nos coloca em cheque todos os dias. Deixamos o mundo desabar para tentar consertá-lo no futuro. Pena às vezes não ter conserto.

    texto maravilhoso!
    Bjos

    ResponderExcluir
  6. Jé, faz tempo que não apareço. Gostei da sua visita. bjo carinhoso, querida!

    ResponderExcluir
  7. Olá, antes de mais nada, parabéns pelo blog!

    E por acha-lo de muito bom gosto é que o/a convido a vir conhecer a proposta do meu Blog para você.

    Aguado sua visita!

    Forte abraço!

    Karina

    ResponderExcluir
  8. Olá.. sobre esse post seu acho que vc pode gostar de uma letra de uma música minha chamada "superfície". Tenho postado letras e músicas no meu blog. Passa lá: http://ilhadosaqui.blogspot.com/ .
    abraços

    ResponderExcluir
  9. Ei, demorei a ver seu comentário.. demooro a entrar no meu blog. Então, sobre o seu texto, me senti completamente fútil e egoísta tendo ele como base por um instante, mas depois não mais. Com minha pequenez fico feliz por meus pequenos atos de bondade, triste pelos meus atos mostruosos. É, parece que sou humano.

    ResponderExcluir
  10. É difícil entender a vida, entender tudo isso que acontece.

    bjs

    ResponderExcluir
  11. Mar de angústias com raras ilhas de felicidade... Acho que euocncordo com vc.
    É tão raro termos momentos assim, e qdo eles vêm, duram tão pouco...


    Fazer o bem... sem lembrar da promessa de ir para o céu. É difícil também conseguirmos esta proeza. Mas não imposível.

    Vc é especial ♥
    Beeijos!

    ResponderExcluir

"Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando - até que não caibo em mim e estouro em palavras." - C. Lispector