"Eu não sou uma sonhadora. Só devaneio para alcançar a realidade!" C.Lispector

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Escrevo como quem canta
em baixo do chuveiro num dia de verão.
Como quem se lembra de alguém
ao ouvir uma certa canção,
sem pretensão.
Escrevo sem soberania,
sem me sentir altiva,
sem querer ser a luz do dia.
Escrevo igual criança
que brinca na terra, em cima da árvore,
de pique-esconde, pega-pega
Me escondendo dos medos,
pegando os rasbiscos e formando palavras,
desenhando nomes em castelos de areia.
Escrevo sem segundas intenções,
terceiras até podem ser.

Mas não como quem
tentar ser o que não é.
que acha que pra escrever
não precisa de fé.

Escrevo como quem chora
depois de anos guardando dor !
escrevo ontem, amanhã, agora.
querendo fazer da sua ferida,
amor. indolor.

14 comentários:

  1. Nooooooooooooossa Jéssicaaa!!
    Putz, vc passa um tempão sem postar e quando o faz, manda uma dessas??? aff...
    que linda poesia... simples e linda!! doces palavras, que apesar do seu tom inocente dizem muitas coisas, expressam muito sentimento!! Amei mesmo, parabéns viu!!!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Eu vivo tentando (em vão) abrir os olhos de amigas minhas... algumas eu já até desisti. Quer ser capacho de homem e sofrer feito um cão, que seja então. Mas depois não diz que eu não avisei!
    Adorei seu texto!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. meus devaneios são bem assim também,
    adorei teu lugar,
    preciso linkar, ok ?

    ResponderExcluir
  4. Escrever na areia com dedos de sereia. É isso que fazes e fazes muito bem.
    Que bom sentir no simples coisas bem mais profundas.
    Que nunca te acabem os grãos de areia para que possas, qual sereia, cantar os teus versos
    Gostei mesmo!

    ResponderExcluir
  5. oiii..
    vi seu blog e gostei muito!
    ate linkei...espero que nao se importe!Me link tbem...
    bjosss

    ResponderExcluir
  6. Muito bom! ;) Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  7. e realmente pintaste com palavras

    abraço (sem invasão)
    luísa

    ResponderExcluir
  8. O importante é escrever com a alma e escrever sem se importar muito com que os outros vão dizer.

    E isso você faz divinamente. ^^

    Beijo!

    ResponderExcluir
  9. Sabe porque a gente escreve?
    Porque somos feitas de poesia...
    Adorei! =)

    meu blog tah de cara nova, e endereço novo tb!
    http://bailarinaurbana.zip.net/

    bjus!

    ResponderExcluir
  10. Oi tudu bem? Passa lá e comenta tem...novidades novas...espero que goste, bjus e parabéns pelo blog, muito lindo!!
    pode me dar o endereço de alguns sites que tem codigos de layout (templates) ou algo assim? Vlw

    ResponderExcluir
  11. Que lindo poema , Jéssica! Gostei demais! Continue escrevendo coisas lindas, viu? Bjos e um lindo fim de semana!

    ResponderExcluir
  12. meu coracao nao tem vocacao para cirque du soleil. Ele é totalmente desequilibrado.

    ResponderExcluir

"Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando - até que não caibo em mim e estouro em palavras." - C. Lispector