"Eu não sou uma sonhadora. Só devaneio para alcançar a realidade!" C.Lispector

segunda-feira, 14 de abril de 2008

à flor da pele


Qualquer luz me faz cegar
Qualquer sorriso me faz querer
Ser mais profunda que o mar
Ser mais feliz que você


Qualquer grito me faz desesperar
Qualquer prece me faz crer
Qualquer olhar me faz sentir
A agonia de querer viver [ou morrer!].


Qualquer estrela me faz chorar
Qualquer susto me faz estremecer
Nada faz meu coração disparar
Mas TUDO FAZ DOER!


À flor da pele.
A pele em flor.
Vulnerabilidade,
ardor.
Sensibilidade,
tremor.


*
_[ando tão a flor da pele que qualquer beijo de novela me faz chorar(...) que o desejo se confunde com a vontade de não ser.-zeca baleiro]

13 comentários:

  1. Olá....Adorei seus ecritos e estou como vc,tão a flor da pele que qualquer coisa me faz chorar...
    Muito bacana seu espaço e acredito sim que o amor é válido sob todas as formas....
    Obrigada pela visita viu?
    Bjos e luz

    ResponderExcluir
  2. Sinto-me feliz em ter lido palavras sinceras do seu eu no meu post sobre o Felipe!

    Sensibilidade, algo lindo. Muito lindo de ler e ser tocado com os seus dizeres que não são "apenas" dizeres.

    Baleiro é tudo!

    Um beijo, menina à flor da pele!
    =]

    ResponderExcluir
  3. eu sou totalmente pirada no zeca baleiro, e alem de tudo esta é uma das minhas musicas favoritas...
    =)
    uhsdhuashduih




    'óh sim eu estou tão cansado, mas não pra dizer, que não acredito mais em voce..."

    ResponderExcluir
  4. olá.. vc passou no meu blog.. entao passei aqui tb!

    "estar tão a flor da pele.." é sempre bom.

    bjo.

    ResponderExcluir
  5. Essa coisa de ficar extremamente a flor da pele nem sempre me deixa confortável.
    Aliás, nunca me deixa confortável.

    Me sinto vulnerável demais e isso não me faz sentir bem.

    Tá lindo o texto!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  6. parece que rolou uma reciprocidade.

    a música que te ´´inspirou´´ a escrever o poema é linda. e seu poema também... que alma extremamente feminina, moça.

    ResponderExcluir
  7. Nao sei porque, mas me lembrou aquela letra do Jorge Vercilo: "Faz tempo que eu não dou uma trégua ao meu coração"

    Beijo!

    http://calcajeansehavaianas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. lindo mesmo :) é incrivel a maneira como você expressa sentimentos de maneira tão doce que chega a fazer arrepiar! adoreei, amiga :*

    ResponderExcluir
  9. "A agonia de querer viver [ou morrer!]."

    nossa!
    sei como eh, eh uma vontade tão grande de viver tudo,de sentir tudo,
    que cansa sem eu ter feito nada.

    beijoo
    belo poema!

    ResponderExcluir
  10. que blog maravilhoso.
    sim eu também ando tão a flor da pele q qalqer beijo em faz chorar.
    te linkei em meu blog
    lindo blog
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Se não estava "à flor da pele" antes...depois de te ler estou sim!

    Grandes escritos, como sempre!
    Bejo!

    [Desculpa a demora!]

    ResponderExcluir

"Eu vou me acumulando, me acumulando, me acumulando - até que não caibo em mim e estouro em palavras." - C. Lispector